Escolha uma Página

Tratamento de varizes a Laser

O que é o laser e para que usamos?

Muito vem se falando atualmente sobre “tratamentos a laser”, abrangendo uma série de especialidades médicas e diversas doenças.

Entretanto, o público em geral não compreende a origem dessa tecnologia bem como suas vantagens e desvantagens.

Laser

A palavra Laser é uma sigla derivada do inglês, que significa em tradução livre para a nossa língua “Amplificação da luz pela emissão estimulada de radiação”.

Antes que haja qualquer preocupação por parte dos leitores, a palavra radiação não deve causar medo neste caso, uma vez que a radiação do laser é baseada em luz visível ou infravermelha, e, portanto, não é causadora de doenças como o câncer.

O conceito de laser iniciou com as primeiras descrições de fótons de luz por Albert Einstein, e vem sendo aprimorado desde então, com o surgimento de diversas fontes emissoras, filtros, aparelhos e estudos sobre o comprimento de onda de luz utilizado e seus efeitos biológicos com emprego na área médica.

O tratamento

O tratamento de varizes a laser, especificamente o de vasinhos na pele, ou laser transdérmico para varizes, utiliza atualmente a luz infravermelha, com comprimento de onda de 1.064 nanômetros, gerado por uma fonte emissora chamada de Neodímio:YAG (Nd:YAG).

O objetivo do uso do Laser transdérmico para varizes é baseado no princípio de geração de calor quando este interage com o tecido biológico.

Cada estrutura do corpo absorve a luz em uma intensidade diferente, e dessa forma, o calor gerado no alvo depende do Laser utilizado (comprimento de onda em nanômetros) e de qual é a estrutura que queremos que absorva a luz e seja submetida à geração de calor.

Com isso, utilizamos o calor para destruir as estruturas alvo do tratamento, efeito conhecido como fototermólise.

No caso de varizes, utilizamos o calor gerado pela interação do Laser com o sangue dentro dos vasinhos para gerar calor no seu interior e destruí-los de forma terapêutica.

É claro que existem algumas limitações, normalmente associadas a vasos muito grandes e/ou muito profundos em relação a pele, já que dessa forma não há geração de calor adequada ou não há penetração do Laser na profundidade do alvo.

Sendo assim, a indicação do tratamento de varizes com o laser transdérmico é para eliminar os pequenos vasinhos que causam desconforto estético, como as micro varizes ou telangiectasias, bem como pode ser utilizado para veias um pouco maiores, azuladas e tortuosas, muitas vezes associadas às micro varizes.

Para veias de maior calibre, devemos lançar mão de outras opções de tratamento, sempre visando o melhor resultado estético para o paciente.

error: Conteúdo exclusivo deste site.